Dinheiro Esquecido – Como Sacar os Valores a Receber

Milhares de brasileiros ainda não resgataram os valores esquecidos

Você sabia que pode ter dinheiro esquecido em contas inativas, fundos de garantia, previdência social, imposto de renda ou outros programas do governo?

Muitas pessoas desconhecem que têm direito a receber esses valores e acabam perdendo a oportunidade de resgatá-los. Neste texto, vamos explicar como funciona o dinheiro esquecido, quais são as principais fontes, como consultar e como sacar os valores a receber.

O que é o dinheiro esquecido?

O dinheiro esquecido é o termo usado para se referir aos valores que as pessoas têm direito a receber, mas que não foram sacados por diversos motivos, como mudança de emprego, de endereço, de banco, de regime tributário ou de situação previdenciária. Esses valores ficam retidos em contas ou fundos específicos, à disposição dos beneficiários, que muitas vezes não sabem da sua existência ou não sabem como acessá-los.

Quais são as principais fontes de dinheiro esquecido?

Existem várias fontes de dinheiro esquecido, que podem variar conforme o perfil e a história de cada pessoa. Algumas das mais comuns são:

PIS 2024 - COMO CONSULTAR E SACAR

SAIBA AGORA →

*Você será redirecionado a outro site

Contas inativas

São contas bancárias ou de serviços que foram abertas em algum momento da vida, mas que não são mais utilizadas. Elas podem conter saldos remanescentes de depósitos, transferências, pagamentos, reembolsos ou rendimentos. Para consultar as contas inativas, é preciso entrar em contato com as instituições financeiras ou prestadoras de serviços onde elas foram abertas e solicitar o extrato.

Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS)

É um fundo criado para proteger os trabalhadores com carteira assinada em caso de demissão sem justa causa. Ele é composto por depósitos mensais feitos pelos empregadores, equivalentes a 8% do salário dos empregados. O FGTS pode ser sacado em situações específicas, como compra da casa própria, aposentadoria ou doença grave. Para consultar o saldo do FGTS, é preciso acessar o site da Caixa Econômica Federal ou baixar o aplicativo FGTS no celular.

Programa de Integração Social (PIS) e Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (PASEP)

São programas que visam integrar os trabalhadores ao desenvolvimento das empresas e do setor público. Eles são financiados por contribuições das entidades empregadoras e distribuem anualmente aos trabalhadores cadastrados uma parcela do lucro obtido. O PIS é destinado aos trabalhadores da iniciativa privada e o PASEP aos servidores públicos. Para consultar o saldo do PIS/PASEP, é preciso acessar o site da Caixa Econômica Federal ou do Banco do Brasil, respectivamente.

Previdência Social

É um sistema que garante uma renda mensal aos trabalhadores que contribuem para ele durante a sua vida laboral. A previdência social pode ser pública ou privada. A pública é gerida pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e abrange os trabalhadores formais e informais. A privada é gerida por entidades fechadas ou abertas e abrange os trabalhadores que optam por complementar a sua aposentadoria. Para consultar o saldo da previdência social, é preciso acessar o site do INSS ou da entidade responsável pelo plano privado.

Imposto de Renda

É um tributo cobrado pelo governo federal sobre os rendimentos das pessoas físicas e jurídicas. O imposto de renda pode ser restituído aos contribuintes que pagaram mais do que deveriam ao longo do ano ou que tiveram deduções legais. Para consultar a restituição do imposto de renda, é preciso acessar o site da Receita Federal ou baixar o aplicativo Pessoa Física no celular.

Outros programas do governo

Existem outros programas do governo que podem gerar dinheiro esquecido para os cidadãos, como o abono salarial, o seguro-desemprego, o Bolsa Família, o auxílio emergencial e o Fundo PIS-PASEP. Para consultar esses programas, é preciso acessar os sites ou aplicativos oficiais de cada um deles.

Como consultar o dinheiro esquecido?

Para consultar o dinheiro esquecido, é preciso ter em mãos os documentos pessoais, como RG, CPF, carteira de trabalho, comprovante de residência e extrato bancário. Em seguida, é só acessar o site oficial do banco central clicando aqui. Após a consulta, é possível verificar o saldo disponível, a data de liberação e as condições para o saque.

Como sacar o dinheiro esquecido?

Para sacar o dinheiro esquecido, é preciso seguir as orientações de cada fonte e cumprir os requisitos exigidos. Em geral, é preciso comparecer a uma agência bancária ou a um posto de atendimento autorizado, portando os documentos pessoais e o comprovante do saldo. Em alguns casos, é possível fazer o saque por meio de transferência eletrônica ou de cartão magnético. O saque do dinheiro esquecido não tem custo para o beneficiário e não tem prazo de validade, mas pode estar sujeito a atualizações monetárias.

Conclusão

O dinheiro esquecido é uma realidade que pode beneficiar milhões de brasileiros que têm valores a receber e não sabem. É importante consultar as fontes de dinheiro esquecido periodicamente e verificar se há algum saldo disponível. O saque do dinheiro esquecido pode ser uma forma de complementar a renda, quitar dívidas, investir ou realizar sonhos. Não deixe de aproveitar essa oportunidade e resgate o que é seu por direito.

Luis Coelho

Entusiasta do marketing, apaixonado por ajudar pessoas através de conteúdos

Compartilhe seu amor
Luis Coelho
Luis Coelho

Entusiasta do marketing, apaixonado por ajudar pessoas através de conteúdos

RECEBA CONTEÚDOS NO SEU WHATS APP:

QUERO RECEBER >>>